Azul, Latam – Economista propõe que obesos paguem mais pela passagem de avião

Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (17) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no terceiro trimestre de 2012, o valor médio da passagem doméstica foi R$ 267,31. No mesmo período de 2002, era cobrado R$ 542,64. A redução em dez anos alcançou 50,74%.

Se a comparação for feita entre 2012 e 2011, no período de janeiro a setembro, a tarifa aérea média doméstica foi R$ 273,32, valor 0,15% menor.

Ainda segundo a Anac, 68,89% dos assentos comercializados de janeiro a setembro do ano passado foram vendidos com valores inferiores a R$ 300,00.

Tarifas inferiores a R$ 100,00 representaram 15,63% em igual período. Passagens com valor superior a R$ 1.500,00 representaram 0,23% dos bilhetes vendidos.

De acordo com ela, em 2002, apenas 30,45% das passagens aéreas eram comercializadas com tarifas inferiores a R$ 300,00. Na atualidade, esse valor abarca cerca de 70% das passagens comercializadas”, explica.

A Anac não quis comentar se a recente concentração do mercado das companhias aéreas, com a compra e depois extinção da Webjet pela Gol, em novembro passado, pode reduzir a concorrência entre as empresas e, consequentemente, levar ao encarecimento das passagens, prejudicando os consumidores.

Talvez você se interesse por:

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!