Passagens Aéreas Promocionais na LATAM de 2018 (CVC Turismo)

A empresa LATAM antigamente se chamava TAM que adquirira recentemente o grupo LAN da América do Sul se tornando juntas LATAM em um processo de transição que durou alguns anos.

Este mesmo grupo está oferecendo passagens aéreas nacionais baratas, com ótimo custo-benefício por menos de R$ 200,00, já com taxas inclusas. O consumidor que quer aproveitar o benefício tem que agir logo com a compra antecipada.

Passagens Aéreas Promocionais – Um exemplo de viagem com preço que vale a pena pode ser percebido em uma simulação feita do aeroporto de Curitiba (CWB) até o Galeão Cumbica do Rio de Janeiro (GIG). O percurso da viagem ficava por menos R$ 400,00 no início do mês de janeiro. A viagem para março custa somente de R$196,00 no preço mais barato, depois de feitas as comparações.

turismo

O tempo que o preço baixo fica vigente é pequeno e pode diminuir ainda mais com o tempo. O consumidor tem que aproveitar a chance para não perder a oportunidade de gastar pouco nessa época do mês com sua viagem.

Promoção em Passagens Aéreas Latam – Outras comparações feitas por analistas mostram que no fim do mês de maio, o grupo ofereceria passagens por menos de R$ 140,00 saindo do Aeroporto Afonso Pena (CWB) com destino ao Galeão (GIG) no Rio de Janeiro. Algumas promoções da LATAM que não são estes destinos, chegam a ter o preço de R$ 100,00, dependendo da localidade e de qual período do ano a pessoa quer a viagem. O preço partindo de Curitiba para o Rio de Janeiro, apesar de estar nessa faixa de R$ 200,00, está barato.

São promoções relâmpagos que as empresas fazem, a fim de concorrer com outras empresas de vôos domésticos. A LATAM está sempre na frente no quesito custo-benefício e essas promoções devem ser aproveitadas.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Está página foi lhe útil? Por Gentileza Compartilhe. É muito importante para nós!

CVC Passgens: Obesos pagam mais pela passagem de avião

Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (17) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no terceiro trimestre de 2012, o valor médio da passagem doméstica foi R$ 267,31. No mesmo período de 2002, era cobrado R$ 542,64. A redução em dez anos alcançou 50,74%.

Se a comparação for feita entre 2012 e 2011, no período de janeiro a setembro, a tarifa aérea média doméstica foi R$ 273,32, valor 0,15% menor.

Ainda segundo a Anac, 68,89% dos assentos comercializados de janeiro a setembro do ano passado foram vendidos com valores inferiores a R$ 300,00.

passagens

Tarifas inferiores a R$ 100,00 representaram 15,63% em igual período. Passagens com valor superior a R$ 1.500,00 representaram 0,23% dos bilhetes vendidos.

De acordo com ela, em 2002, apenas 30,45% das passagens aéreas eram comercializadas com tarifas inferiores a R$ 300,00. Na atualidade, esse valor abarca cerca de 70% das passagens comercializadas”, explica.

A Anac não quis comentar se a recente concentração do mercado das companhias aéreas, com a compra e depois extinção da Webjet pela Gol, em novembro passado, pode reduzir a concorrência entre as empresas e, consequentemente, levar ao encarecimento das passagens, prejudicando os consumidores.

CVC Viagens – Governo alerta sobre cuidados ao contratar pacote de viagem – CVC Passagens

Turistas devem pedir via do contrato de serviços, confirmação de reservas e programação da viagem para evitar imprevistos.

Ao planejar uma viagem, muitos brasileiros não se atentam aos detalhes importantes de uma programação de férias. A escolha da agência de turismo está entre os itens importantes no momento de fechar ou não um pacote de viagens. Para auxiliar esses consumidores, o Ministério do Turismo reforça a importância de verificar se a empresa e os demais prestadores estão cadastrados no Cadastur, sistema do Ministério do Turismo obrigatório para as empresas que atuam no setor. Além disso, os interessados em viajar podem acessar o site Viaje Legal, que reúne orientações e dicas para os turistas, ou baixar um guia de bolso sobre o tema.

Entre as medidas a serem adotadas antes da contratação do pacote, é importante verificar queixas ou denúncias no Procon e demais organizações e sites especializados em defesa do consumidor e também nas entidades de prestadores de serviços turísticos. Confira:

É necessário, ainda, pedir uma via do contrato de prestação de serviço para a agência. O contrato deve ser lido atentamente para esclarecer todas as dúvidas antes da assinatura. Muitas vezes, esses documentos trazem textos confusos e ambíguos que podem causar transtornos ao consumidor na hora de exigir seus direitos.

“O Viaje Legal é uma ferramenta disponibilizada pelo Ministério do Turismo para auxiliar o turista na hora da contratação de viagens ou aquisição de produtos turísticos com o intuito de garantir que seus direitos sejam respeitados”, explicou a coordenadora-geral de Turismo, Isabel Barnasque.

Outra dica para o viajante se resguardar de imprevistos é pedir à agência, com antecedência, documentos como confirmação da reserva do hotel, nota de débito ou recibo da fatura, passagens com assento marcado, além do roteiro e programação da viagem. Em caso de cancelamento por parte da empresa sem autorização do cliente, o consumidor poderá acionar os órgãos de defesa do consumidor.

Nas situações de cancelamento de voo, a empresa aérea deverá providenciar a realocação em outro voo. Se houver cancelamento ou atraso de voo em outros países, mesmo a que a companhia aérea seja brasileira, é preciso consultar a legislação local sobre acomodação, reembolso e assistência ao cliente.

Para aproveitar o melhor do destino, outra recomendação é a contratação de um guia de turismo. Eles passam por um curso de 800 horas que inclui temas sobre o turismo nacional e regional. Por isso, o turista tem de exigir que o guia tenha a credencial fornecida pelo Ministério do Turismo.

A melhor forma de adquirir suas passagens é acessado o seguinte site abaixo, pois garante os melhores preços em passagens: