Cigarro reduz em 25% a chance de gravidez em mulheres fumantes

Você está pensando em ter filhos e fuma? Além de todos os muitos males que provoca no organismo, como câncer de pulmão e doenças cardiovasculares, o cigarro provoca uma redução de 25% na fertilidade nas mulheres tabagistas.

Segundo o pneumologista do dr. Consulta, Osmar Pedro, isso ocorre porque as substâncias que compõe o cigarro provocam efeitos no sistema reprodutor da mulher.

— Tem efeito tanto no ovário, deixando os óvulos menores e menos eficazes, além de provocar o envelhecimento no sistema reprodutor, como no útero. Além disso, há abortamento precoce, ou seja, a mulher até chega a engravidar, mas acaba perdendo logo nos primeiros dias.

A fertilidade do homem também é prejudicada pelo tabaco, mas com impacto menor que no público feminino, de acordo com o especialista.

— A qualidade dos espermatozoides também é reduzida. Mas nesse público, o cigarro afeta o desempenho sexual, na questão da impotência. Isso ocorre porque o tabagismo tem um efeito negativo no sistema vascular, o que prejudica a circulação de sangue no pênis, por exemplo.

Brasil é exemplo no combate ao cigarro, mas aumento de preços reduzirá ainda mais o número de fumantes

Riscos para grávidas que fumam

Os riscos são altos para a mulher que está gestante e fuma, pois, o cigarro coloca em risco também a vida do bebê, alerta Pedro.
— A gestante que fuma tem chance muito maior de sofrer aborto, defeitos na placenta que trazem diversos problemas para o bebê, além de efeitos genéticos, malformações, já que substâncias maléficas do cigarro passam para o bebê.

Fumar também durante a amamentação é péssimo para a criança, já que as substâncias tóxicas também passam pelo leite materno.

— Filhos de mães tabagistas têm mais respiratórios, como asmas e infecções em geral, que podem aparecer ainda na infância e persistir na vida adulta.

Hora de mudar, já!

Para quem quer ter filhos, o “tempo certo” para lagar o fumo é “o quanto antes”, diz o pneumologista.

— Quanto antes ela parar, melhor. O ideal não é esperar acontecer a gestação para largar o tabagismo. Pois os efeitos do tabaco no organismo vão reduzindo com o tempo.

Se você pretende engravidar, busque ajuda de um especialista para deixar o vício agora mesmo.